Jovem é indiciado por estuprar adolescente com transtornos mentais após fazer amizade com o irmão dela

Delegado informou que os abusos eram constantes e o suspeito se aproveitava por ter livre acesso à casa. Crime foi descoberto após a vítima contar par
Um jovem foi indiciado e preso suspeito de estuprar uma adolescente de 15 anos em Alvorada do Norte, no nordeste de Goiás. Segundo o delegado Alex Rodrigues, a adolescente sofre de transtornos mentais e o investigado se aproveitou por ser amigo do irmão dela.
“Ele tinha pleno acesso à residência e de acordo com a menor, eles mantinham relações sexuais constantemente. A menor narrou sobre o abuso a uma amiga, essa amiga orientou a adolescente a contar para sua mãe”, explicou.
Por não ter a identidade divulgada, o g1 não localizou a defesa do suspeito até a última atualização desta reportagem.

De acordo com o investigador, a mãe da adolescente procurou o Conselho Tutelar, que acionou a polícia. A prisão aconteceu na última segunda-feira (18) e, ao delegado, o suspeito negou a autoria do crime.
Ele alegou que no dia do fato não saiu de sua residência, todavia, a irmã da vítima o viu no horário aproximado do fato andando nas proximidades da casa da menor”, descreveu o delegado.
A investigação mostrou que a adolescente também pode ter sido vítima de estupros por outros dois homens, conforme divulgado pela polícia. O delegado apontou que não foi possível pedir prisões cautelares e mais informações não podem ser divulgadas.
Nos dois outros crimes, foram feitas diversas diligências, se comprovando autoria e materialidade, ocorreram os indiciamentos dos indivíduos e foram enviados os inquéritos para o Poder Judiciário”, narrou
O suspeito foi preso e encaminhado para a unidade prisional de Simolândia. O delegado Alex Rodrigues explicou que houve o indiciamento do investigado e efetuada a prisão temporária pelo prazo de 30 dias.

Alex pontuou ainda que que o suspeito pode responder por estupro de vulnerável, com pena de 8 a 15 anos de reclusão. g1
PostarEscrevaum Comentário
Cancel