Discussão por causa da construção de muro termina com policial e vizinho baleados em Vilhena

A reportagem confirmou que, no início da noite de quarta-feira, 20, um homem de 34 anos e um ex-policial militar de 54 anos, foram submetidos a cirurgias no Hospital Regional de Vilhena, onde chegaram cada um com uma perfuração de bala na altura do abdome.
Os dois baleados moram no Setor 19, em Vilhena, e teriam discutido por causa de um muro. Como o boletim policial com informações oficiais ainda não foi confeccionado, as primeiras notícias sobre o caso se baseiam no relato de testemunhas.

A motivação para a troca de tiros entre o policial e o irmão de um vizinho seria o fato de que o homem não aceitava a obra. O primeiro disparo teria sido feito pelo familiar do vizinho, que atingiu o militar na barriga. O policial revidou com um tiro de pistola que atingiu o homem na mesma região do corpo.

Primeiro a chegar ao HR, o homem de 34 anos foi operado primeiro; o ex-militar, que deixou corporação a pedido em 1992 e estava consciente, aguardou sua vez e passou pelo mesmo procedimento. O primeiro paciente está em estado mais grave.
PostarEscrevaum Comentário
Cancel