Advogado morto implorou pela vida: “Por favor, não me mate”; vídeo

Jovem de 27 anos morreu no centro do Rio, quando esperava o VLT na noite da última sexta-feira (22/7). Ele foi agredido e esfaqueado
O advogado Victor Stephen Coelho Pereira, de 27 anos, foi morto em 20 segundos. O rapaz sofreu ataque criminoso na noite da última sexta-feira (22/7), na estação Saara do VLT, no centro do Rio de Janeiro. Segundo uma testemunha, ele implorou pela vida no momento em que foi esfaqueado por um homem forte, vestido de calça e casaco: “Por favor, não me mate“.

Durante o ataque, Victor foi agredido e, já no chão, acabou esfaqueado. De acordo com a polícia, quando os agentes encontraram o corpo o advogado, o celular e a carteira não estavam no local. Imagens obtidas pelo jornal O Globo mostram que o homem tira objetos dos bolsos da vítima. Veja o vídeo (cenas fortes):



Pelas imagens é possível perceber que Victor tenta fugir do ataque, mas é agredido pelo criminoso. Ele chega a conseguir se desvencilhar, mas é novamente alcançado. De acordo com a testemunha, que não quis se identificar, o rapaz implorou para não ser espancado. Imediatamente o 190 foi acionado.

Falta de segurança

Antes do crime, Victor estava na comemoração de aniversário de um amigo. Ele havia partido do escritório de advocacia em que trabalhava, ido à festa na Praça Tiradentes e saído do encontro antes da meia-noite em razão da falta de segurança na região. O crime foi registrado às 23h58.

Depois de espancar e esfaquear o jovem, o criminoso fugiu. Para tentar não ser captado pelas câmeras de segurança dos estabelecimentos comerciais da Saara, o homem andou colado aos portões das lojas e olhando para baixo.

Conforme a polícia, agentes da PM estavam em patrulhamento quando foram acionados para a ocorrência. Assim que chegaram ao local, encontraram o corpo do advogado, naquele momento ainda sem identificação. Uma equipe do Corpo de Bombeiros constatou o óbito. Victor foi vítima de agressão por arma branca. Os militares confirmaram a morte pouco depois da meia-noite.

Pesar

Nas redes sociais, amigos e familiares do advogado lamentaram a perda. “Victor, querido, te vi menino com seu lindo sorriso, te vi adolescente com toda a energia desta fase, agora se tornando homem, mas continuando sempre com o sorriso maroto, amigo de seus amigos. Siga seu caminho de luz e conte sempre com minhas orações daqui. Dizer adeus é muito difícil, ainda mais para um jovem como você, mas minha fé me faz crer que te encontrarei de novo”, escreveu uma amiga no perfil do jovem em uma rede social.
PostarEscrevaum Comentário
Cancel