Vídeo: guarda põe joelho no pescoço de homem negro e forja flagrante de tráfico de drogas

No início desta semana começou a circular nas redes sociais um vídeo que mostra os agentes da Guarda Civil Metropolitana (GCM) de São Paulo colocando o joelho no pescoço de um homem negro e um saco com pó branco perto dele para acusá-lo e prendê-lo por tráfico de drogas. O caso ocorreu na última de segunda-feira, 30, em Santa Cecília, centro da capital.

Dois movimentos sociais compartilharam as imagens em suas redes sociais, criticando a abordagem violenta e apontandoque os guardas teriam “plantado” o entorpecente para incriminar o homem injustamente.
 
Uma testemunha passava pelo local durante o ato e gravou a cena com celular. A cena foi comparada com a imobilização usada pela justiça norte-americana usou contra George Floyd e causou sua morte em 2020 nos Estados Unidos.

Na última terça-feira, 31, a Justiça de São Paulo concedeu a liberdade provisória para o homem preso, César Victor Batista, de 56 anos, por falta de provas. Na sentença, foi afirmado que “Analisando detidamente o vídeo apresentado pela Defensoria Pública após o término da audiência de custódia, verifico que o último guarda civil a se aproximar do autuado, já rendido e revistado, sai da viatura com uma sacola branca em mãos, onde aparentemente foram apreendidos os entorpecentes”.

O que dizem os envolvidos

A Secretaria Municipal da Segurança Urbana divulgou duas notas sobre o caso: na primeira, justificou a abordagem informando que os agentes da GCM fizeram “uso moderado da força, a fim de preservar a segurança dos agentes e do próprio infrator”, que “tentou resistir à prisão”.

Na segunda nota, a Prefeitura de São Paulo informa que a Corregedoria vai apurar as denúncias de que os guardas agrediram o homem e teriam forjado o porte de droga. No comunicado, a secretaria informa que “não compactua com desvios de conduta”. Leia abaixo a íntegra dos comunicados sobre o caso:

“A Secretaria Municipal de Segurança Urbana informa que a Guarda Civil Metropolitana deteve um indivíduo suspeito de tráfico de entorpecentes, nesta segunda, 30, na Rua Bela Cintra, centro de São Paulo. Durante patrulhamento preventivo pelo local dos fatos, uma equipe da GCM abordou um homem com um volume suspeito na altura da cintura. Na abordagem, o suspeito jogou uma sacola no chão e tentou fugir, mas foi contido pelos agentes.

Durante a ação, ele tentou resistir à prisão, sendo necessário a imobilização com o uso moderado da força, a fim de preservar a segurança dos agentes e do próprio infrator. Com ele foi encontrada uma quantidade de substâncias análogas a entorpecentes e uma balança de precisão. Após a detenção, o suspeito foi conduzido até o Distrito Policial.”

Em outra nota a Secretaria Municipal da Segurança Urbana informa que a Corregedoria da GCM diz que vai apurar as denúncias da suspeita de abordagem violenta contra o homem à possibilidade de que os agentes teriam plantado droga para incriminar o homem:

Veja o video:


“A Secretaria Municipal de Segurança Urbana (SMSU) informa que a Corregedoria Geral da Guarda Civil Metropolitana vai instaurar uma sindicância para apurar os fatos e todas as circunstâncias relativas à ocorrência citada pela reportagem. A SMSU não compactua com desvios de conduta e todos os casos são rigorosamente apurados e, comprovadas irregularidades, os autores são punidos conforme a legislação vigente.

O s agentes envolvidos na ocorrência relataram que, durante patrulhamento, identificaram um indivíduo que, ao avistar os guardas, teria dispensado um pacote e fugido. Os guardas informaram que conseguiram aborda-lo e encontraram uma sacola arremessada pelo homem, que teria substâncias análogas a entorpecentes. Eles também apresentaram uma balança de precisão na ocorrência registrada no 77º DP (Santa Cecília), que investiga o caso. Todos os relatos serão apurados tanto na investigação da polícia quanto na sindicância da Corregedoria da GCM.”

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP) informou que o homem foi preso em flagrante por tráfico de drogas. “O indivíduo fugiu de uma abordagem de guardas municipais e foi detido após sofrer uma queda. Com ele foram apreendidas duas pedras grandes e uma pequena porção de uma substância branca, além de uma balança de precisão. Os entorpecentes foram periciados pelo IC, que confirmou se tratar de crack”.

Com informações do 
PostarEscrevaum Comentário
Cancel