Suspeito de matar jovem na frente da namorada em São Paulo se entrega à polícia

Acxel Gabriel Peres, de 23 anos, suspeito ter matado Renan Loureiro, de 20 anos, na frente da namorada durante uma tentativa de assalto no Jabaquara, na zona sul de São Paulo, se entregou à polícia na tarde desta sexta-feira (29) e foi levado à sede do DEIC (Departamento Estadual de Investigações Criminais), na zona norte da capital.

De acordo com a advogada do suspeito, ele está muito arrependido e vai confessar o crime. Na delegacia, Acxel chegou de cabeça baixa.

A polícia esperava o homem às 5h da manhã desta sexta, mas, como ele não apareceu, achou que o suspeito teria tentado fugir.

Ainda segundo a advogada, ela marcou com os agentes para que o buscassem nesta tarde. A demora para se entregar teria sido porque a mãe do suspeito estava no litoral e ele preferiu esperá-la. De acordo com a polícia, Acxel se diz arrependido.

Segundo o delegado-geral da Polícia Civil de São Paulo, Osvaldo Nico Gonçalves, a negociação pela entrega de Acxel foi longa porque a polícia tinha a informação de que ele poderia ser morto na comunidade onde estava por não aceitarem o crime cometido por ele. Segundo o delegado Rogério Barbosa, responsável pela prisão, o suspeito estava escondido na zona leste e se apresentou espontaneamente, acompanhado da advogada. Ele confessou o crime e disse que foi roubar o celular, mas atirou diante da reação das vítimas. O disparo atingiu Renan.

Agora ele será interrogado, preso temporariamente, mas vai passar por audiência de custódia. Existe a possibilidade de ele ter a prisão preventiva decretada.

A investigação descobriu também que Acxel teria tentado vender o carro, um Polo preto, e com o dinheiro, fugiria. No entanto, o comprador o reconheceu pelas imagens divulgadas pela mídia e desistiu.

O caso

Renan Loureiro morreu baleado na frente da namorada após reagir a uma tentativa de assalto na rua Freire Farto, no Jabaquara, por volta de 23h20 de segunda-feira (25).

A vítima saía da casa da namorada quando, poucos metros à frente, foi abordado por um suspeito que se passava por entregador de aplicativo, com uma moto e mochila. O falso entregador empurrou o casal na parede e exigiu que eles entregassem os celulares e carteira.

Para defender a namorada, Renan entrou em luta corporal com o homem, momento em que foi baleado na região da cabeça. Nas imagens de câmeras de segurança, é possível ver que, após o tiro, o homem pega os pertences do casal e foge.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Finanças