Quem é a jovem morta com as mãos amarradas por facção após vídeo no TikTok

Ellen Nascimento da Silva, de 21 anos, que foi encontrada morta na sexta-feira (22) com as mãos amarradas em uma estrada da zona rural em Brasnorte, a 580 km de Cuiabá, após postar um vídeo no TikTok, tinha o sonho de ser modelo de maquiagem e já havia feito alguns ensaios profissionais no ano passado.

Uma colega dela disse que Ellen também tinha interesse em trabalhar com estética. Mas, no momento, a vítima não estava trabalhando, segundo a mãe.

Nas redes sociais, os amigos lamentam a morte dela. "Não tem explicação. Eu fiz planos com você. A gente tinha conversado na segunda-feira", comentou um deles.

Outro citou que ela tinha um sorriso cativante e energia positiva, que alegrava todos os lugares por onde passava. "Lembrar de você, do seu sorriso. Não acredito nisso. Que a justiça seja feita", disse.

Entenda o caso

Segundo a polícia, Ellen disse que queria viajar e estava com a mala pronta em casa, porém, havia desistido da ideia.

De acordo com o delegado da Polícia Civil do município, Eric Marcio Fantin, integrantes de uma facção criminosa não gostaram de um vídeo que Ellen publicou no TikTok. No vídeo, a jovem teria feito um gesto sutil em alusão à uma facção criminosa rival do namorado, o que teria motivado o crime.

Segundo o delegado, seis integrantes estariam envolvidos na morte dela. Um deles contou à polícia que foi obrigado pelos companheiros a levar a jovem até o local na zona rural onde ela foi amarrada e executada por eles.

A polícia identificou os autores do homicídio, sendo dois rapazes que realizaram os disparos e outro que ordenou a execução.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Finanças