PF faz operação contra fraudes em consórcios do Banco do Brasil

A PF (Polícia Federal) realiza, nesta quarta-feira (6), uma operação para investigar suposta gestão fraudulenta na BB Consórcio. A ação foi batizada de "Consórcio 200", e cerca de 20 policiais cumprem 8 mandados de busca e apreensão em São Paulo, no Paraná e no Distrito Federal.

Segundo a PF, o inquérito, instaurado no ano passado, teve origem após o BB (Banco do Brasil) encaminhar uma notícia crime como resultado da auditoria de duas operações do consórcio, no valor de R$ 100 milhões, aprovadas como consórcio de veículos, mas utilizada para outros fins.

O pagamento, conforme a corporação, não foi executado de forma regular, o que obrigou o banco a cobrir parte do contrato.

Ainda de acordo com a PF, a operação financeira pode ser caracterizada como gestão fraudulenta, crime contra o sistema financeiro nacional, cuja pena varia de três a doze anos de prisão, além de multa.

O UOL procurou o BB a respeito da operação e aguarda retorno.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Finanças