Cobra americana rara no Brasil é encontrada morta em Praia Grande

Cobra americana rara no Brasil é encontrada morta em Praia Grande (Reprodução Praia Hrande Mil Grau)

Uma serpente da espécie corn snake, ou cobra-do-milho no brasil, morreu após ser atropelada na avenida presidente kennedy em Praia Grande, litoral de São Paulo, na tarde de domingo (10).

A cobra é raramente encontrada no Brasil, pois é um réptil norte-americano da subfamília Colubrinae, segundo especialistas, não há motivos naturais para que essa espécie migre para o Brasil, sua presença em território brasileiro é ilegal e o tutor pode sofrer punições por cometer um Crime Ambiental (Lei nº 9605/98).

De acordo com o biólogo Daniel Monteiro, esse tipo de cobra é comercializado como pet e, às vezes, foge por descuido do proprietário ou, às vezes, o proprietário acaba perdendo o gosto por criar o animal e solta, achando que ele pode viver em qualquer tipo de ambiente. Mas motivos naturais para ela vir pra cá não teriam.
“É uma cobra do milho. É uma cobra exótica, da América do Norte. Ilegal de criar aqui no Brasil, mas muita gente cria hoje em dia e é muito admirado por simpatizantes de animais exóticos. Deve ter fugido de alguma casa próxima”, disse o biólogo.
Serpente Pantherophis guttattus considerada exótica no brasil foi atropelada em avenida movimentada da cidade; presença é ilegal no Brasil e dono pode responder por crime ambiental (Rprodução Praia Grande Mil grau)

A cobra-do-milho é conhecida como 'corn snake', em inglês, pela presença regular da espécie perto de celeiros, onde se alimentam de camundongos e ratos que comem o milho armazenado.

Algumas fontes acreditam que a cobra-do-milho foi nomeada pelo padrão distinto, quase-xadrez, das escamas em sua barriga, assemelhando-se a grãos de milho. Independentemente da origem do nome, a referência pode ser um mnemônico útil para a identificação de cobras-do-milho.

O que fazer ao avistar uma cobra

Basta manter a calma, manter distância e cada um seguir seu caminho. Se não for possível, ou se o animal não estiver no ambiente natural, entre em contato com as instituições competentes ou profissionais habilitados para lidar com esses animais.

A recomendação do biólogo é: encontrou o bicho, peçonhento ou não, NÃO MATE, mande uma foto/mensagem, que a espécie será identificada, a pessoa obterá as orientações necessárias e o animal será resgatado, sempre que possível.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Finanças