Band localiza e pune funcionário que vazou entrevista com mendigo

Entrevista com falas sobre envolvimento do Mendigo de Planaltina foi divulgada na íntegra e pegou emissora de surpresa.

A íntegra de uma entrevista com o Givaldo Alves, o Mendigo de Planaltina, vazada na web, provocou verdadeira caça às bruxas nos bastidores da Band. A direção da emissora se revoltou e emitiu uma nota de repúdio sobre o material bruto de uma reportagem que seria veiculada em seus telejornais após edições em falas do entrevistado consideradas “proibidas”.

A emissora abriu uma investigação interna há duas semanas para identificar e punir o funcionário responsável por divulgar o material sem autorização. O EM OFF apurou que um homem que trabalhava na edição de materiais jornalísticos foi identificado e demitido da empresa por justa causa no final da semana passada. O clima nos bastidores da sede em São Paulo foi dos mais tensos até que o autor fosse localizado.

Além de demitir o colaborador, a direção da Band adotou um protocolo interno com o objetivo de evitar que materiais brutos sejam divulgados, assim como o caso da entrevista exclusiva com Givaldo. Com novas regras, os funcionários da empresa redobraram a atenção. Isso porque, qualquer deslize do tipo, independente de ser uma entrevista com uma personalidade polêmica, pode acarretar em desligamento.

À época em que o Mendigo de Planaltina concedeu a entrevista ao jornalismo da emissora do Morumbi, ele declarou com riqueza de detalhes tudo o que teria acontecido entre com a mulher do personal trainer que o agrediu nas ruas de Planaltina após o educador físico flagrar os dois transando dentro de um veículo estacionado em frente a uma residência familiar.

Givaldo fraturou costela e precisou levar diversos pontos no rosto devido a gravidade das lesões provocadas pelo embate que teve com o marido da mulher. Ele nega que tenha abusado sexualmente e afirma que foi abordado pela companheira do homem que o agrediu. As cenas da agressão foram registradas por uma câmera de segurança do local.

A Band divulgou uma nota à imprensa em que afirmou não ter sido a responsável por divulgar a entrevista na íntegra. “Diante da repercussão do vídeo que circula na internet de uma entrevista do morador de rua que foi espancado por um personal trainer que o acusa de ter abusado sexualmente de sua esposa, a Band esclarece que essa entrevista não foi ao ar. Trata-se de um trecho de uma gravação que vazou do sistema interno da emissora de maneira ilegal e mal-intencionada. Foi aberto um processo de investigação a fim de descobrir o responsável, que será devidamente punido”.

Apesar da polêmica, o Mendigo de Planaltina conquistou milhares de fãs e agora trabalha como influenciador digital. O novo famoso tem adquirido renda através de recados personalidades gravados pelo próprio. Além disso, ele tem feito presença VIP em festas no eixo Rio-São.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Finanças