Vaticano arquiva caso da 'curtida do Papa Francisco' em foto sexy de brasileira

O Vaticano decidiu arquivar o caso da curtida que a conta do Papa Francisco no Instagram deu em uma foto da brasileira Natalia Garibotto. De acordo com o jornal Extra, o Vaticano chegou a pedir ajuda ao Instagram para identificar a origem do “like”. As informações são do jornal Extra.

No entanto, o caso foi arquivado sem esclarecimentos sobre o resultado ou possíveis punições. Segundo a Catholic News Agency (CNA), as contas nas mídias sociais do chefe da Igreja Católica são administradas por vários funcionários da Santa Sé.

Na foto curtida em novembro de 2020, Natalia aparece com uniforme estilizado de colegial e calcinha fio-dental. Após ser alertada da curtida, a modelo postou no Twitter que “pelo menos vai para o céu”.

Em entrevista ao Extra na época da repercussão do caso, a modelo afirmou que é religiosa e frequenta missa. “Eu sou uma pessoa religiosa. Todas as noites eu rezo, agradeço a Deus por tudo na minha vida. Eu acredito em Deus e acredito que ser uma pessoa boa faz coisas boas acontecerem. Sou católica e às vezes vou à missa com a minha mãe aqui em Miami”, revelou. Natália contou que as outras fotos que ele teria curtido eram mais “comportadas”.

“Ele não deu like só para essa foto, ele também deu para outras fotos, algumas em que eu não aparecia tão pelada, e teve também um like para um vídeo. Mas essa foto pegou a atenção do mundo”, completou a modelo. “Para esclarecer, acho a expressão ‘conteúdo erótico’ feia. Não faço pornô. Aqui nos EUA, ele é chamado de conteúdo exclusivo. Mas no meu site eu não apareço totalmente pelada, só seminua e em fotos de biquíni e de lingerie, para os fãs que queiram pagar US$ 14 [R$ 75] por mês”, finalizou.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Finanças