Laudo de mulher que manteve relações com morador de rua é divulgado e pode esclarecer atitudes: 'Maníaca psicótica'

Nesta sexta-feira (25), foi divulgado o laudo médico da esposa do personal trainer, que foi flagrada mantendo relações com um morador de rua. Em entrevista, o marido, Eduardo Alves, revelou que a mulher havia passado por um surto psicótico e estava internada em uma clínica psiquiátrica. O personal afirmou que agrediu Givaldo Alves por acreditar que a esposa estava sofrendo abuso.

O morador de rua concedeu entrevista ao site Metrópoles e negou que tenha cometido abuso contra a mulher, ressaltando ter sido ela a responsável pelo convite para que os dois mantivessem relação íntima. De acordo com o site R7, o relatório psiquiátrico da mulher, de fato, aponta para um surto.

Segundo o documento, a esposa do personal foi diagnosticada com “transtorno afetivo bipolar em fase maníaca psicótica“. O relatório esclarece que a mulher foi encaminhada ao Hospital Regional de Planaltina, no dia 10 de março, por apresentar quadro delirante e ter mantido relações com um morador de rua.



No documento ainda consta que a mulher não tem condições de responder por si, bem como de praticar atos da vida civil. Ela também estaria sendo medicada com psicofarmacológicos específicos, estando também em terapia antirretroviral profilática, devido às relações íntimas que manteve com o morador de rua.

O laudo ainda conclui que a mulher não tem previsão de alta hospitalar. Até o momento, ela não prestou depoimento à polícia, devido ao seu quadro psicológico. Givaldo Alves e Eduardo Alves já foram ouvidos pela polícia.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Finanças