Com dívida e sem bens, Sorocaba gosta de barcos e jatinhos

 A Justiça não identificou bens em nome do sertanejo Sorocaba, da dupla com Fernando, que foi condenado a pagar multa contratual de R$ 20 milhões a seu ex-empresário. Mas, ao menos nas redes sociais, ele demonstra viver uma rotina com gastos significativos.

Sorocaba aparece em viagens de helicóptero e jatinhos, passeios de iates, estadias em hotéis de alto padrão.

Processo judicial

A decisão da Justiça do Paraná acatou o pedido do ex-empresário do artista, Paulo Pissoloto, e foi divulgada na quinta-feira (17/2), depois de o processo tramitar por quase 12 anos.

A condenação se refere ao rompimento do contrato por parte de Sorocaba, sem o pagamento da multa rescisória, que estava prevista.

Mais sobre o assunto

Pissoloto disse ao R7 que antes tentou por várias vezes um acordo com o cantor para resolver a questão extrajudicialmente. No entanto, segundo ele, o sertanejo se negou a pagar a multa contratual

“Depois de praticamente 12 anos, a justiça foi feita. Fiquei sabendo da decisão pelo meu advogado, em publicação pelo Diário Oficial. Foi decidido em última instância”, afirmou o ex-empresário do artista.

Pissoloto diz que não sabe como vai receber o valor, pois, conforme acrescentou, Sorocaba tirou os bens registrados no nome dele para fugir da dívida.

“A Justiça fez buscas em carros, aviões, embarcações, imóveis, nas contas-correntes e poupança, aplicações, ações. E o Fernando Fakri de Assis, que é o Sorocaba, não tem nenhum real no nome dele. Com tudo que tem, ele colocou os bens dele em nome de amigos e parentes”, afirmou ele.

O ex-empresário do artista criticou o comportamento do sertanejo. “Aí, a gente já vê a índole e o que ele está tramando, porque ele já sabia o que devia realmente. Ele devia o valor, mas estava correndo de pagar a multa contratual”, relatou Paulo.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Finanças