Advertisement



Graças aos avanços tecnológicos, sobretudo na esfera aeroespacial, imagens de satélite são capazes de auxiliar na apuração de eventos que acontecem ao redor do planeta. Tal situação aconteceu após a tragédia que varreu a cidade de Beirute, capital do Líbano, após uma explosão ter atingido a zona portuária da cidade, provavelmente decorrente de uma grande quantidade de nitrato de amônio mantida em estoque.

Imagens captadas pelo radar do satélite Sentinel-1 do programa de observação da Terra Copernicus, da Agência Espacial Europeia (ESA), mostram a área central do porto de Beirute, tido como o epicentro da explosão.

O mapa de uma área de 4 km² da capital libanesa foi desenvolvido pela empresa italiana do setor aeroespacial Leonardo através da e-Geos, uma joint venture da Telespazio/Asi, e é fruto de um agrupamento de imagens tiradas em diferentes datas pelos equipamentos.

Post a Comment