Sem condições financeiras, pedreiro transforma carrinho de mão em berço para filho recém-nascido


Pedreiro usa carrinho de mão como berço para filho e reveza com os vizinhos: ‘Único jeito de dar conforto a eles’ Pai disse que teve a ideia poucos dias antes do nascimento do Luan, com apenas 19 dias de vida.


“A gente limpou, colocou as cobertinhas e agora ele dorme lá. Antes, dormíamos juntos e levantava toda hora, com medo de machucá-lo. Durante o dia, empresto para os vizinhos passearem aqui na comunidade. Tem muita criança aqui e é o único jeito de dar conforto a eles”.

O relato é do pedreiro Weslley de Oliveira Torres, de 27 anos, morador da comunidade Bom Retiro, em Campo Grande. Ele abriu mão, temporariamente, da profissão para usar o próprio carrinho de mão como berço. A ideia ocorreu pouco antes do nascimento do Luan, com apenas 19 dias de vida.
“Meu marido teve a ideia e eu apoiei, principalmente porque não tínhamos condições de comprar as coisas para ele. Nossa preocupação para dormir pelo menos diminuiu bastante. E, durante o dia, os vizinhos usam para passear. Por enquanto, ele não carrega mais cimento e está trabalhando com reciclagem”, disse a mãe da criança, Geice Nunes Ferreira, de 16 anos.

A empresária Leila Kemp, de 54 anos, comentou que faz trabalho comunitário há 3 anos na região e conheceu o casal e o menino Luan. “Eu sempre ajudei, mas nunca havia ido pessoalmente. Então, quando o pessoal foi despejado das proximidades do lixão, decidi fazer uma visita na comunidade. Com o tempo, fui conhecendo todo mundo lá. E, recentemente, umas amigas quiseram ir comigo e ficaram chocadas ao ver o menino com o bercinho de carriola”, comentou.

Portal DM

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem