Presa mãe acusada de t@rturar filha deficiente


Presa mãe acusada de t@rturar filha deficiente Uma mulher foi presa esta quinta-feira depois que vizinhos a denunciaram e gravaram um vídeo que seria de caso de t@rtura à própria filha.

O caso aconteceu na rua Ângela Becari Felipe, Jardim São Quirino em Santo Antonio de Posse e foi atendido pela Guarda Municipal.

Durante patrulhamento da Guarda Municipal, os agentes foram informados, através de vídeo gravado, que uma mulher, portadora de deficiência mental, estaria sendo agredida por sua mãe. Segue a descrição do GMs de Santo Antonio de Posse:

Nos deslocamos à residência e, lá chegando, encontramos o portão aberto, adentramos o local e já ouvimos gritos da agredida. Ao chegarmos no quarto nos deparamos com sua mãe visivelmente embriagada e a vítima com diversas lesões no rosto e com boca e nariz sangrando.

Observamos também que havia sangue nos lençóis da cama. Questionamos a mãe sobre o que havia ocorrido, esta nos informou que sua filha estuda na APAE durante o período da tarde e, nesse intervalo, teria ficado no bar embriagando-se e, ao sua filha chegar, foi dar banho nela, e neste momento ela caiu vindo a machucar-se, tal versão se contradiz pelo vídeo que nos foi enviado onde ela agride com socos sua filha

Uma mulher foi presa esta quinta-feira depois que vizinhos a denunciaram e gravaram um vídeo que seria de caso de t@rtura à própria filha. O caso aconteceu na rua Ângela Becari Felipe, Jardim São Quirino em Santo Antonio de Posse e foi atendido pela Guarda Municipal.

Durante patrulhamento da Guarda Municipal, os agentes foram informados, através de vídeo gravado, que uma mulher, portadora de deficiência mental, estaria sendo agredida por sua mãe. Segue a descrição do GMs de Santo Antonio de Posse:

Nos deslocamos à residência e, lá chegando, encontramos o portão aberto, adentramos o local e já ouvimos gritos da agredida. Ao chegarmos no quarto nos deparamos com sua mãe visivelmente embriagada e a vítima com diversas lesões no rosto e com boca e nariz sangrando.

Observamos também que havia sangue nos lençóis da cama. Questionamos a mãe sobre o que havia ocorrido, esta nos informou que sua filha estuda na APAE durante o período da tarde e, nesse intervalo, teria ficado no bar embriagando-se e, ao sua filha chegar, foi dar banho nela, e neste momento ela caiu vindo a machucar-se, tal versão se contradiz pelo vídeo que nos foi enviado onde ela agride com socos sua filha.Diante dos fatos, demos voz de prisão à genitora, como também acionamos o SOS para vítima. Após o socorro da vítima, conduzimos a autora ( genitora ) à PPJ de Jaguariúna, onde foi apresentada para a Autoridade Policial, o qual, após tomar ciência dos fatos, ratificou a voz de prisão e indiciou a genitora pelo crime de T@rtura!

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem