Homem que passou 18 anos preso por crime que não cometeu será indenizado, Valor de 3 Milhões de Reais


Eugênio Fiuza Queiroz, de 69 anos, vai receber de indenização do estado de minas gerais o valor de 3 milhões de reais. Como reparação por ter sido condenado injustamente e ficar 18 anos preso por um crime que não cometeu.

Queiroz, foi acusado de cometer cinco abusos, na cidade de belo horizonte, a justiça disse que Queiroz ficou preso quando o verdadeiro criminoso, pedro Meyer estava solto.

Pedro ficou conhecido como Maníaco do Anchieta. O ex-bancário foi preso após ser reconhecido pelas vítimas como o verdadeiro autor dos crimes.

O juiz, Rogério Santos Araújo Abreu, da quinta vara da fazenda estadual, foi quem tomou a decisão.

MobAtualizado

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem