Inteligente e perturbado: delegado chama de monstro homem que arrancou coração da tia


O crime que chocou a população de Sorriso na noite dessa terça-feira (2) deixou o delegado responsável pelo caso, André Eduardo Ribeiro, também boquiaberto. Em entrevista à imprensa local, o delegado afirmou que Lumar Costa da Silva, de 28 anos, que arrancou o coração da tia e entregou à prima, é muito inteligente, fala dois idiomas, mas age como um monstro e poderia ter feito outras vítimas.


“É repugnante, é um monstro esse cara. Vocês gravaram com ele e viram que ele não fala nada com nada, é perturbado. É um homem incerto, é um monstro, não pode dizer que nem que é um animal, porque animal não faz isso com outro. A gente percebe que ele é meio variado”, disse Ribeiro.
Segundo o delegado, Lumar chegou a Sorriso (400 km de Cuiabá), onde o crime aconteceu, na última sexta-feira (28) para morar na casa da tia. No dia que chegou ele já distribuiu currículos.
A tia o acolheu depois que ele se envolveu em uma briga com a mãe em São Paulo. Na ocasião ele teria ameaçar matar a própria mãe com um facão.
Além de ser usuário de drogas e estar ouvindo músicas de funk da casa da tia – que era evangélica – já no sábado (29) ele se envolveu em uma briga com os vizinhos, pegou um facão e ameaçou várias pessoas, inclusive crianças.
Com isso, a tia pediu que ele fosse embora. Um irmão dela encontrou uma quitinete para o suspeito morar. No domingo (30), porém, ele retornou à casa da tia dizendo que queria beijar a neta dela, de apenas sete anos, afirmando que gostava da criança.
mceara 

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem